12 de set de 2009

em moldura



















                      o que vale é o encanto.
                     

                      que te causo
                             o caos
                             a limpa
                             o desassossego
                      é fato (e espanto).
                     

                      falo do encanto
                     que tu me causas.


Escreveu isso num papel por sobre o colo e o guardou no bolso da calça. Em seguida cobriu o quadro da sala de estar com um fino lenço palestino. Através de sua transparência e listas avermelhadas ainda podiam ser vistas as cores fortes dos rostos mascarados, do passar do escárnio, do rasgo da terra.
     Deixou uma pequena carta sobre a mesa. Só lá pelas 10 da noite Adélia foi dar pela falta do marido.
     Nunca mais voltou.

4 comentários:

  1. e neeem me deu créditos pela foto! que feio!
    ¬¬

    mas o texto é bonzinho...
    haha

    ResponderExcluir
  2. ok, ok! a foto é mesmo de autoria da Óli! brigadão filhotona.

    ResponderExcluir
  3. Esse seu blog é tão lindo... que não canso de acessar, olhar, fuçar, rolar... (afora uma ou outra foto em que não me reconheço). Mi

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo blog ..
    gosto como escreves ....
    e 'do que' escreves, claro ...

    abraços

    ResponderExcluir

obrigado por suas gotas!