20 de jan de 2013

tudo aceso

Tá tudo aceso em mim
Tá tudo assim tão claro
Tá tudo brilhando em mim
Tudo ligado (...)
Tudo plugado
Tudo me ardendo
Tá tudo assim queimando em mim
Como salva de fogos
Desde que sim eu vim
Morar nos seus olhos
Âmbar, A. Calcanhoto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado por suas gotas!