20 de nov de 2011

entre nós

quem sabe, ela a flanar entre nós
livre de peso e já eterna
sutil e tridimensional:

éter apreendido por cores
em 6 de novembro de 2011
foto: Oli de Castro

2 comentários:

  1. Gostei do teu varal de gotas, Heitor! Te encontrei no Diário do Engenho e agora te sigo aqui. Beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Legal, Natália. Eis o barato dessa teia eletrônica -- propiciar essas pontes para encontros e compartilhamentos. Estarei
    também 'seguindo a canção'. Bj!

    ResponderExcluir

obrigado por suas gotas!